sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Show do Red Hot Chili Peppers

Eeeee!!! Como devem saber, sou muito fã de Red Hot, e claro, fui no show, que aconteceu essa quarta (21/09) na Arena Anhembi. Apesar de ter odiado essa tal Arena, e ter visto a maior parte do show esmagada e com visualização péssima, foi lindo!rs 
Eu sou suspeita pra falar, então vou postar a matéria da Folha, que foi a mais fiel ao que realmente foi o show.

Red Hot Chili Peppers destaca percussionista brasileiro em show

 

CARLOS MESSIAS
DE SÃO PAULO


Se em 2001, o Red Hot Chili Peppers foi criticado por sua apatia no palco, no show que acontece neste sábado, no Rock in Rio, o público brasileiro não vai poder repetir a queixa. Pelo menos se a banda demonstrar o mesmo bom-humor que foi visto no show de ontem, na Arena Anhembi (São Paulo), onde se apresentou, segundo a assessoria de imprensa, para 30 mil pessoas. 

Logo no início do show, o vocalista Anthony Kiedis se arriscou no português com um "tudo bem?; depois o baixista Flea disparou: "Estamos tão felizes e somos tão sortudos por estarmos aqui no Brasil."
A apresentação começou às 22h, meia-hora após o horário previsto, com "Monarchy of Roses", do seu novo álbum, "I'm With You". A primeira surpresa do repertório veio com "Scar Tissue", quarta canção do set, que ainda não havia sido tocada na turnê latino-americana do RHCP.
O que vem se mantendo desde o show em Lima, na quinta passada, é a camiseta vermelha de Kiedis, na qual está escrito Red Hot Peru. A indumentária fez parte de uma campanha publicitária da filial peruana da marca brasileira de cerveja Brahma. A franja emo e o boné branco e preto também compõem o novo visual do cantor. 



Outro "acessório" que também marca presença nos shows sul-americanos é o percussionista brasileiro Mauro Refosco, que participou de várias faixas de "I'm with You". O convidado recebeu uma apresentação calorosa durante o show, quando foi chamado de "bad motherfucker" por Kiedis.
Flea ainda brincou com o nome da cidade natal do percussionista, que é de Joaçaba, interior de Santa Catarina. O baixista dise que havia mais gente no show do que em toda a cidade do percussionista, chute no qual não errou, já que, de acordo com Censo 2010, Joaçaba tem 26.713 habitantes.
Refosco, 44, se mudou para Nova York (EUA) em 1992, para estudar percussão. Logo entrou para a banda de David Byrne, da qual ainda faz parte, e já tocou com Jesse Harris, Vampire Weekend e Thom Yorke, no projeto Atoms for Peace, no qual conheceu Flea. Ele ainda é líder da banda Forró in the Dark.
Forró, inclusive, é uma das associações mais próximas à canção "Did I Let You Know", que também integra o novo álbum do Red Hot, e teve boa versão ao vivo. Dos hits antigos, a banda ainda tocou "Otherside", "Higher Ground" (cover de Stevie Wonder), "Californication" e "By the Way", entre outras.
O momento mais intenso do show foi com "Me & My Friends", do disco "The Uplift Mofo Party Plan" (1987). Com sua pegada punk e groove funk, a canção originou uma roda de pogo em plena área VIP.
Ao término da canção, Kiedis deu um "puxão de orelha" público no "roadie" da banda, queixando-se do som, que estava mal equalizado. O que só piorou, pois quando o guitarrista Josh Klinghoffer puxou a introdução de "Under the Bridge", seu instrumento ficou completamente mudo e o músico precisou recomeçar.
Na volta para o bis, o baterista Chad Smith engatou um dueto de improviso com o percussionista convidado, que tocou uma engenhoca que interligava oito tamborins. Depois eles ganharam o reforço de Flea, no baixo, e Klinghoffer no banjo. Tanto Refosco quanto o guitarrista vestiam camisetas estampadas com o logo do Red Hot sob a bandeira brasileira, e as palavras "São Paulo - Estou com Você".
A jam foi emendada na percussiva "Dance, Dance, Dance". Depois vieram "Don't Forget Me" e o clássico "Give it Away", que fechou aquela 1h40 de show, com a plateia pulando efusivamente. Antes de deixar o palco, Flea fez um agradecimento emotivo ao público, por "tocar-nos tão fundo nos nossos corações". A declaração convenceu. 

 Fonte: Folha Online





terça-feira, 20 de setembro de 2011

Novo endereço da loja Endossa!





A partir da última semana de Setembro, a Endossa mudará de número, mas na mesma calçada: Rua Augusta, 1372 - Centro - SP - SP
A loja estará renovada, mais ampla. E nossa caixa estará em outra localização também! Dessa vez do lado esquerdo, antes do caixa.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Show "The Dickies" em São Paulo


Data: 16/9
Festa: 25 anos da London Calling
Show: The Dickies (EUA)
Abertura: Inocentes e Drakula
DJs: Edgard, Focka e S.P. Paranoia
Horário: 21h
Preço: 1º lote (esgotado) - 2º lote $60 - Porta $70
Pontos de venda: Galeria Presidente
London Calling – Rua 24 de Maio, 116 - 1º andar - Loja 15 - Fone: (11) 3223.5300
Galeria do Rock
Possessed - Rua 24 de Maio, 62 - 2º andar - Loja 343 - Fone: (11) 3333.4683
Consulado do Rock – Rua 24 de Maio, 62 - 1º andar - Loja 234 - Fone: (11) 3221.7933
Galeria Ouro Branco
Doombox - Rua Augusta, 1371 - 2o andar - Loja 18 - Fone: (11) 3141.0379
Ratus Skate Shop - Rua Dona Elisa Flaquer, 286 - Santo André - Fone: (11) 4990-5163
Metal CDS - Rua Dona Elisa Flaquer, 184 - Santo André - Fone: (11) 4994.7565
Chop Suey Discos - R. Barreto Leme, 1250 - Centro, Campinas - Fone: (19) 32360792
Vendas online e parceladas pela internet: www.ticketbrasil.com.br  (sujeito a taxa de conveniência).
A pioneira banda da Califórnia faz seu show em São Paulo no dia 16 de setembro (sexta-feira) no Inferno Clube com abertura do Inocentes. Esse show faz parte das comemorações de 25 anos da loja London Calling. No mesmo dia The Dickies estarão na London Calling, a partir das 16:00 horas, para tarde de autógrafos.

Sobre The Dickies

 

The Dickies foi formado em San Fernando Valley California em 1977 e dois anos após já estariam no Top Ten (quinto lugar) na Inglaterra com a música Banana Splits, versão do tema do seriado dos anos 70.
Lançaram seu primeiro album Incredible Shrinking of Dickies em 1979, incluindo uma versão fantástica de Paranoid do Black Sabbath e She dos Monkees e tiveram uma grande repercussão principalmente na Europa onde em 2 anos eles venderam mais de 1 milhão de singles.
No mesmo ano saiu o segundo album The Dawn of the Dickies que inclui o cover de Nights in White Satin dos Moody Blues e novamente entraram nas paradas britânicas com essa música.

Em 1998 lançaram Killer Klowns From Outter Space, e a música título é o tema principal do trash movie do mesmo nome, filme esse que passava frequentemente nas tvs do Brasil.
Lançaram no total 8 álbuns de estúdio sem contar discos ao vivo e coletâneas.
Pela primeira vez apresentam-se no Brasil contando em sua formação dois integrantes originais, o vocalista Leonard Graves Phillips e o guitarrista Stan Lee, figuras lendárias da cena americana.
Para se ter uma idéia da importância da banda, Joey Ramone deu diversas declarações de que a sua banda preferida era o TheDickies e bandas como Green Day e Offspring sempre declaram influência deles.


Tarde de Autógrafos:
Dia: 16/09/2011 (sexta-feira)
Horário: a partir das 16:00 horas.
Local: London Calling Discos
Rua 24 de Maio, 116, sobreloja 15
República - São Paulo - SP
Info: (11)3223-5300